Opiniões

Certo ou errado

Evolução tecnológica favorece homeostase, e compatibiliza medicamento com DNA.

Mais um complemento para verificar a causa das doenças, saneando os efeitos.

O Universo contém uma série de galáxias, onde coexistem planetas e estrelas.

Uma dessas unidades que é de quinta grandeza, se chama TERRA onde os seres coexistem, e, dentre eles, os HUMANOS.

Duas palavras são importantes na era dos conhecimentos:

Definir: Significa colocar as coisas certas em seus lugares exatos, baseia--se em Lei Física, universal, intocável.

Conceituar varia no entendimento do mesmo fenômeno ou fato, de conformidade com a evolução tecnológica e científica, pode ser conceituado de uma forma, e amanhã, diferente; a hereditariedade antes do computador tinha um entendimento, hoje temos o DNA visível.

A ciência é soberana, e utilizada por várias profissões (Medicina, Farmácia, bioquímica, Enfermagem, Fisioterapia, Odontologia) e outras nas quais seres humanos não são onipotentes nos seus conceitos por falta de conhecimento total da homeostase.

Em questão de terapêutica, sendo a medicina soberana, os seres humanos muitas vezes não veem a causa das patologias, mas os efeitos, sendo necessários exames complementares, para verificação das causas dos desequilíbrios.

Para certificação das causas, são necessários exames complementares. Há pouco tempo a base inicial metabólica era a bioquímica, mas hoje, com o avanço tecnológico, o setor de saúde, está com a FISICA QUANTICA (s.m.j.).

Permita-se explicar:

Considerando que nosso corpo é constituído de órgãos, esses são constituídos de tecidos, contendo células, e essas, de moléculas contendo átomos, os quais possuem carga elétrica positiva e negativa, e que girando ao redor de si, geram campo eletromagnético, portanto, somos constituídos de carga eletromagnética. Cada órgão de nosso corpo possui uma frequência, que no somatório final, temos uma frequência única de cada ser humano.

Se estudarmos a física considerando as moléculas, teremos a “física molecular”, mas, se estudarmos as ligações entre os átomos teremos a energia quântica, dai chamarmos de “física quântica” onde cuja unidade chama-se “quantum“.

Você sabe o que é BIORRESSONÂNCIA?

Você sabia que as células de nosso organismo se comunicam através de frequências vibracionais e ressonância, e se comunicam por eletromagnetismo (biorressonância), ou através da luz (biofótons), e que quando essas comunicações eletromagneticas ou feixes de luz entre as células são interrompidos por qualquer motivo, aparecem as doenças?

Você sabia que o nosso DNA emite luz de nível baixo como instrumento de informação entre os diversos órgãos de nosso corpo?

Pois um cientista alemão (Fritz Pop) descobriu que a obstrução permanente dessa luz, na comunicação, cria doenças (como câncer e etc.).

Evidentemente na vida, às vezes há desequilíbrios tanto físicos, quanto energéticos do organismo.

A terapia quântica permite verificar se a homeostase está a contento.

Um programa de computador, modernizado, permite verificar as frequências de nossos órgãos, se estão dentro do contexto metabólico (homeostase).

Quando essas frequências estão desajustadas, o programa indica, permitindo assim que se possa verificar o que está errado, (bem como possa continuar desajustado), possibilitando assim a correção por terapêutica.

Esse programa já está no Brasil, e em breve, será lançado nas clinicas e hospitais.

Um frequencímetro se equaliza com as frequências de cada órgão, e quando há desajustes, o programa acusa onde está a causa patogênica.

 O programa verifica também, o índice de possíveis contaminações de Cadmio, Chumbo, Mercúrio, alumínio, etc. substâncias essas usadas no nosso cotidiano, em remédios, vacinas, batons, esmaltes maquiagens, anti-transpirantes etc. Isso sem mencionar contaminações de parasitas (fungos, bactérias, vírus) tóxicos em nosso organismo. Isso porque a frequência desses elementos é diferente dos elementos orgânicos do organismo.

Compatibilidade medicamentosa com DNA

Por outro lado, para verificar-se se um medicamento é compatível com o DNA de uma pessoa, capta-se o DNA da pessoa pela saliva e compara-se com o medicamento, verificando a compatibilidade do mesmo com o DNA da pessoa, tornando o medicamento personalizado para aquela pessoa.

 Assim, em vez de efetuar terapêutica sobre o efeito da patogenia, atua-se sobre a causa e não sob o efeito, pois corrigida a causa o efeito deixará de existir.
A ciência evolui, apara isso, há necessidade de dar conhecimento a todos.

Breve, nos poderemos saber, o que temos em nosso organismo, e que muitos exames não comunicam.


Ronaldo A. Salum
Professor aposentado

Manchete

Em questão de terapêutica, sendo a medicina soberana, os seres humanos muitas vezes não veem a causa das patologias, mas os efeitos, sendo necessários exames complementares, para verificação das causas dos desequilíbrios.


Postado

1.novembro | 2018 | Ronaldo A. Salum


Tags

artigo; opinião


Imprimir


Compartilhar


O conteúdo dos artigos assinados é de responsabilidade dos autores.

Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 3027.7992 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb