Notícias

Previdência: Estratégia do governo é antecipar respostas às críticas

Para ter maiores chances de aprovação da matéria, a estratégia do governo é apresentar a proposta antecipando também as respostas para os possíveis questionamentos dos parlamentares. Essa é a interpretação de uma fonte do governo ouvida pelo jornal Valor Econômico, segundo a qual um dos motivos do fracasso da proposta de reforma de Temer teria sido o fato de ela ter sido vista como uma medida com objetivos puramente fiscais, centrada apenas na redução de despesas, sem atingir toda a população e prejudicando os mais pobres.

Antecipando respostas para prováveis críticas, a comunicação do projeto de Bolsonaro deve defender que ela ataca as desigualdades do sistema, atinge todo mundo, inclui as Forças Armadas, busca soluções para as dívidas previdenciárias e combate fraudes no sistema. Este último objetivo, na interpretação da fonte ouvida pelo Valor, teria sido atingido com a Medida Provisória 871, que prevê um “pente-fino” nos benefícios para combater fraudes.

Técnicos da equipe econômica vão apresentam nesta terça-feira (12) ao ministro da Economia, Paulo Guedes, a proposta de reforma da Previdência, informa o site G1.  Neste último final de semana, o texto da proposta foi revisado pela equipe do secretário da Previdência, Rogério Marinho, e pela área jurídica do ministério. O passo seguinte é a discussão da proposta com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e com o presidente Jair Bolsonaro, que se reunirá com os líderes dos partidos assim que tiver alta. O objetivo seria alinhar todos os pontos da proposta antes de apresentá-la ao Congresso.

Leia mais: Valor / G1


L.L.

Manchete

Técnicos devem apresentar nesta terça-feira (12) a Paulo Guedes o texto final da reforma


Postado

12.fevereiro | 2019


Tags

Previdência


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 3027.7992 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb