Notícias

Previdência dos militares: na contramão de outros generais no governo, Mourão defende inclusão das Forças Armadas na reforma

Enquanto três oficiais-generais com cargos no governo –  o  ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; o comandante da Marinha, almirante Ilques Barbosa e o ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz – afirmaram, na última quarta-feira, que são contra a inclusão dos militares na Reforma da Previdência, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, afirmou o contrário ao Jornal O Estado de São Paulo.

Segundo Mourão, a reforma deve abordar o aumento da exigência do tempo de contribuição da categoria de 30 para 35 anos e também o pagamento de contribuição por parte das pensionistas – que hoje não pagam nada. O vice-presidente avalia que “um aumento do tempo de serviço vai redundar numa distribuição linear entre os diferentes postos de graduação”.

Leia mais em: Diário Catarinense / Estadão / APUFSC
 


L.L.

Manchete

Aumento do tempo de contribuição para 35 anos é uma das mudanças previstas, diz Mourão


Postado

11.janeiro | 2019


Tags

Previdência


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb