Notícias

Marcos Pontes rebate Damares Alves sobre teoria da evolução e defende investimentos em ciência

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação disse à radio CBN na última quinta-feira (10) que “não se deve misturar ciência com religião”, em resposta às últimas declarações da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos,  Damares Alves. Em vídeo de 2013 que voltou a circular na mídia essa semana, a ministra afirma que a igreja evangélica perdeu espaço na história quando deixou a teoria da evolução entrar nas escolas. O ministro responde ao comentário de Damares:  “do ponto de vista da ciência, são muitas décadas de estudo para formar a teoria da evolução. Ela deve ter falado isso em algum tipo de contexto que eu não sei exatamente”.

Para sanar a crise de investimento na ciência dos últimos anos, Pontes aposta na conversa com congressistas e a comunidade científica. “O CNPq é essencial para a pesquisa básica. É um dos nossos motores — o CNPq na pesquisa e a Finep na parte de inovações. É um problema que terá que ser tratado ao longo do ano.Tenho conversado muito com a comunidade científica e com os congressistas para tentar ajustar isso porque realmente o CNPq é essencial para a ciência no país”, explicou. Com medida práticas ,ele destacou a criação de emendas parlamentares, ações que mostrem a importância estratégica da ciência e parcerias com a iniciativa privada. Precisamos atrair empresas, ajuda-las a ter um ambiente positivo de negócios.

Escute a entrevista em CBN
 


C.D. / L.L.
 

Manchete

Ministro afirma que o CNPq é essencial para a pesquisa básica


Postado

10.janeiro | 2019


Tags

Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação; CNPq


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb