Notícias

Duplicação da Rua Deputado Antônio Edu Vieira, em Florianópolis, deve iniciar apenas em 2015

APUFSC

O início da duplicação da Rua Deputado Antônio Edu Vieira, no bairro Pantanal, em Florianópolis, deve ficar de fora do calendário 2014. É que as obras estão condicionadas a um cronograma burocrático que até agora não foi cumprido.

Falta negociar as desapropriações na área, o licenciamento ambiental e a licitação para contratar a empresa que executará o serviço estão pendentes e ainda é preciso finalizar o processo de doação de uma área da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), essencial à ampliação da via.

Secretaria de Obras não fala em prazos

Orçada em cerca de R$ 20 milhões, a duplicação será custeada com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Pelos prazos estabelecidos em contrato, o serviço deveria ter iniciado ainda no ano passado – a prefeitura de Florianópolis, no entanto, conseguiu prorrogar a data limite para 30 de dezembro de 2014. E a Secretaria de Obras trabalha com o novo prazo, não para iniciar a obra, mas para apresentar o projeto executivo ao órgão financiador.

– Não posso divulgar uma data, mas a previsão mais realista é de obras só no ano que vem – diz Domingos Zancanaro, secretário de Obras de Florianópolis. 

Alternativa de trajeto ao aeroporto Hercílio Luz e um dos principais acessos ao campus da UFSC, a Edu Vieira é ponto frequente de congestionamento. E a promessa de duplicação se arrasta há décadas. Um dos principais entraves era a falta de acordo entre prefeitura e universidade, sobre a doação da área.

Em abril do ano passado uma comissão foi criada para tratar do caso. O grupo era coordenado por técnicos da UFSC e incluía representantes do governo municipal e do Conselho Comunitário do Bairro Pantanal. Em pauta, o projeto: a universidade exigia que além da pista para veículos, fossem incluídos espaços exclusivos para ciclistas, pedestres e ônibus.

Após mais de um ano de discussões, a comissão encaminhou parecer favorável à doação de uma área de 20 mil metros quadrados da UFSC para a prefeitura. E o Conselho Universitário aprovou em maio.

As pendências

• Conclusão do processo de doação do terreno da UFSC

O Conselho Universitário aprovou em maio a doação de uma área de 20 mil metros quadrados à prefeitura para duplicação da Edu Vieira. Foram feitas recomendações e há cerca de 20 dias a Secretaria de Obras encaminhou o projeto com as readequações para a universidade.

Desde então, o caso está em análise no Departamento de Arquitetura e Engenharia. Segundo a assessoria da UFSC, é somente depois desta etapa que a doação do terreno estará concluída. Inicia-se então um outro processo – como se trata de uma área da União ainda será necessária a análise por órgãos federais, entre eles o Ministério da Educação.

• Desapropriações

Ao todo, 69 imóveis precisam ser desapropriados. De acordo com a prefeitura, o decreto de utilidade pública da área foi publicado no início do ano e as indenizações estão sendo tratadas por uma comissão criada exclusivamente para cuidar do caso.

As negociações já estariam em andamento - até agora, porém, nenhuma foi concluída. A prefeitura não informa o prazo de conclusão dessa etapa.

• Licença ambiental e licitação

O processo de licenciamento da obra ainda tramita na Fundação do Meio Ambiente (Fatma). Já a licitação, para contratar a empresa que fará a obra, deve ser lançada no fim de setembro.

Fonte: Diário Catarinense

http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/rbs/image/16810697.jpg

Manchete

Obras dependem de cronograma burocrático que, até agora, não foi cumprido


Postado

21.agosto | 2014


Tags

UFSC; Edu Vieira;


Imprimir


Compartilhar


Comentário

Captcha

Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 3027.7992 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb