Notícias

Novos pró-reitores UFSC e diretores dos campi de Blumenau e Curitibanos tomam posse

APUFSC

O pró-reitor de Graduação (Prograd), Julian Borba; a pró-reitora e o pró-reitor adjunto de Assuntos Estudantis (Prae), Denise Cord e Maurício Petrúcio; e os novos diretores dos campi de Blumenau e Curitibanos tomaram posse nesta segunda-feira, dia 24 de fevereiro, em cerimônia realizada na Sala dos Conselhos do campus do bairro Trindade, em Florianópolis. Na ocasião, também foram empossados o novo diretor acadêmico do campus de Curitibanos, professor Juliano Gil Nunes Wentd; o diretor-geral do campus de Blumenau, Ubirajara Franco Moreno; e o do campus de Curitibanos, Leocir José Welter. A reitora Roselane Neckel, a vice-reitora Lúcia Helena Martins Pacheco, outros membros da administração central e representantes dos demais setores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) participaram da solenidade. O pró-reitor de Planejamento e Orçamento (Proplan), Antônio Cezar Bornia, não pôde comparecer à solenidade – sua posse oficial deve ocorrer após o Carnaval.

Os recém-empossados foram apresentados pela reitora Roselane Neckel, que destacou a missão de cada um no desafio de consolidar a gestão política e acadêmica da Universidade, e frisou a importância do interesse público e da execução de projetos. “Precisamos ouvir, dialogar, definir metas, tratar estratégias e executar; não basta ficar dialogando sobre aonde queremos chegar – se não realizarmos o que precisa ser feito”, ressaltou.

Roselane agradeceu o trabalho realizado pelos que deixaram as pró-reitorias e elencou os próximos projetos em que a gestão deverá se concentrar nos próximos meses, como o Planejamento Institucional, o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), o Plano Diretor, a Moradia Estudantil e a consolidação do Comitê de Assuntos Estudantis. “Planejamento é igual a profissionalização – necessária para não precisar ficar apenas apagando incêndios”, afirmou.
Em seu discurso de agradecimento, o pró-reitor de Graduação, Julian Borba, manifestou seu respeito pelo trabalho até então realizado e falou dos desafios que o esperam na Prograd. “Temos uma necessidade urgente de consolidar o processo de expansão iniciado pelo Reuni, principalmente com a ampliação do número de vagas de docentes e técnicos-administrativos em educação; parece-me ser uma questão estratégica a ser trabalhada no âmbito da Pró-Reitoria de Graduação. Uma segunda questão – um debate que deve envolver toda a Universidade – é discutir o futuro do vestibular”, ressaltou. Borba reforçou ainda o caráter estratégico das políticas de apoio pedagógico e de permanência, e concluiu destacando a resolução de problemas com o apoio e a articulação da Prograd com diretores de centro e dos campi, coordenadores de curso e chefes de departamento. “Queremos institucionalizar um modelo de universidade que se colocou com a expansão multicampi. Isso é muito mais que abrir novos cursos no interior, significa fazer com que a Universidade seja concebida de forma multicampi. Esta é a mudança principal a ser realizada: mudar a mentalidade centralizada na sede”, salientou Borba.

A pró-reitora da Prae, Denise Cord, também falou dos principais desafios na nova função, e colocou-se como ouvinte das necessidades estudantis. “Há o desafio de ouvir e de trabalhar com a integração social desses estudantes. Essa é uma tarefa que teremos que delinear juntos”, acrescentou, destacando a parceria que já começou a se consolidar com o pró-reitor adjunto Maurício Petrucio. A importância do trabalho em conjunto e da organização de equipes foi um dos tópicos destacados por ele durante o seu discurso. “Até pela minha formação, acredito muito na importância do trabalho em grupo”, frisou.

A vice-reitora Lúcia Helena Martins Pacheco também agradeceu os pró-reitores que saíram da gestão e os que estão ingressando. “A universidade preza pela excelência acadêmica. O que devemos fazer é ligar a excelência acadêmica, na qual já temos bastante know-how, à excelência administrativa. Se conseguirmos alinhar e configurar as duas ações, certamente vamos nos desgastar menos e avançar mais”, acentuou.

Roselane concluiu a solenidade anunciando que havia acabado de assinar as contratações dos 30 primeiros professores da UFSC em Blumenau, e que haverá uma consulta pública para a escolha das direções dos campi da Universidade. “Teremos um processo de democratização das direções dos centros, e esse trabalho vai envolver todos nós”, finalizou.

Fonte: Agecom/UFSC

Conheça o perfil dos novos gestores.

Manchete

Os recém-empossados foram apresentados pela reitora Roselane Neckel, que destacou a missão de cada um no desafio de consolidar a gestão política e acadêmica da Universidade


Postado

27.fevereiro | 2014


Tags

UFSC, Blumenau; Curitibanos


Imprimir


Compartilhar


Comentário

Captcha

Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 3027.7992 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb