Notícias

Comando Geral define cronograma para greve dos funcionários do Instituto Federal de SC

Em uma reunião na manhã desta quinta-feira foi instalado o Comando Geral de Greve do Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC). O encontro foi no Campus Florianópolis e teve representantes dos campis e do Grêmio Estudantil. O comando ainda não tem dados sobre a adesão, mas garante que há funcionários parados em todos os Campi.

Na reunião, o Comando de Greve definiu o cronograma da paralisação. Entre as atividades, previstas até o dia 31 de agosto, incluem debate sobre direito de greve, Assembleia Geral e panfletagem. Foi definida, ainda, uma carta aberta direcionada à população e visitas aos campi para debater a campanha salarial com os sindicalizados.

Os funcionários do Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC) entraram em greve na quarta-feira. Uma seção do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica de SC (Sinasefe) decidiu pela paralisação em assembleia estadual na tarde desta terça.

O cronograma

29/08 - 13h30min - Auditório do Campus Florianópoliss: Debate sobre direito de greve com o advogado Emmanuel Martins, da assessoria jurídica do SINASEFE.

31/08 - 13h30min - Ginásio de Esportes do Campus Florianópolis: Assembleia Geral, com a seguinte pauta: informes, conjuntura e balanço da greve e encaminhamentos.

31/08 - 16h - Terminal de Integração do Centro (Ticen), em Florianópolis: mobilização e panfletagem, como parte das atividades nacionais do dia em que "A educação vai às ruas".

Principais reivindicações dos servidores do IF-SC

> Reajuste salarial emergencial de 14,67%, referente ao Produto Interno Bruto (PIB) e aos indicadores de inflação.

> Destinação de 10% do PIB para educação pública.

> Ampliação de concursos públicos para a rede.

> Equiparação do auxílio-alimentação dos servidores da rede federal de ensino com o dos servidores do Congresso Nacional, Judiciário e Tribunal de Contas.

> Reestruturação da carreira.

> Contra contratos temporários de professores

Em Santa Catarina, os primeiros a aderirem ao movimento foram os campi do Instituto Federal Catarinense (IFC). O campus de Rio do Sul está com as atividades paralisadas desde terça-feira (16/08), quando parte das aulas e serviços foram suspensos nos campi de Camboriú e Araquari.

IFC e IF-SC

A  Lei 11.892/2008 de 29 de dezembro de 2008 implantou 38 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Em Santa Catarina, o Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET-SC) foi transformado no Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC).

A mesma lei causou mudanças em outras instituições de ensino no Estado. As escolas agrotécnicas de Concórdia, Rio do Sul e Sombrio, mais os colégios agrícolas de Araquari e Camboriú (que eram vinculados à Universidade Federal de Santa Catarina) integraram-se e formaram o IFC, que possui atualmente seis campi, além da reitoria que está instalada na cidade de Blumenau.

Manchete

Diário Catarinense


Postado

26.agosto | 2011


Imprimir


Compartilhar


Comentário

Captcha

Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 3027.7992 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb