Notícias

SC-401: Duplicação começa a sair do papel

Às 16h de hoje, o governador Raimundo Colombo e o secretário de Infraestrutura, Valdir Cobalchini, assinam a ordem de serviço para a duplicação de mais um trecho da SC-401. As obras da parte que vai do trevo de Jurerê ao trevo de Ingleses, de 4,5 quilômetros, devem começar em, pelo menos, 30 dias.

A promessa é de que, até maio de 2012, as obras sejam finalizadas. Mas, para ver a rodovia duplicada por completo, até Canasvieiras, Florianópolis ainda vai ter que esperar. A partir de hoje, a empresa TV Técnica Viária Construções Ltda, vencedora da licitação, ao custo de R$ 15,8 milhões, tem 30 dias para começar as obras. Segundo Cobalchini, a primeira intervenção na SC, que será acompanhada de modificações no trânsito, será a retirada da passarela de pedestres no Bairro Vargem Grande para a construção de um elevado no lugar. Durante a obra, os motoristas vão precisar passar por acessos laterais. Cobalchini diz que o ideal, para que não haja transtornos, é que as obras comecem depois da temporada de verão.

– A empresa já está autorizada a se instalar no trecho, mas só na entrega da ordem de serviço é que apresentaremos detalhes do que moradores e motoristas devem esperar das mudanças no trânsito durante a obra – diz o secretário.

A ordem de serviço que vai ser entregue hoje à empreiteira se refere somente a uma etapa das obras que vão continuar a duplicação da SC-401. A segunda etapa, que compreende a duplicação dos 3,5 quilômetros entre o trevo de Jurerê e Canasvieiras, ainda não tem previsão de data para começar. Segundo Cobalchini, o projeto da segunda etapa está pronto, mas ainda não foi licitado, porque algumas desapropriações precisam ser feitas. O edital de licitação para a duplicação do segundo trecho vai ser lançado hoje, às 16h, junto ao ato da entrega.

– Esperamos que ainda nesse semestre o projeto seja licitado – diz.

A duplicação do primeiro trecho é financiada em parte pelo Ministério do Turismo, que se compromete em repassar R$ 12 milhões. E o restante, R$ 3,8 milhões, pelo governo do Estado. O projeto para os 2,3 quilômetros do segundo trecho, do trevo de Ingleses a Canasvieiras, está orçado em R$ 5,5 milhões, e prevê, também, a renovação do pavimento das pistas atuais. Conforme as expectativas do secretário de Infraestrutura, na próxima temporada, as pistas dos dois trechos já vão se encontrar em condições para o tráfego.

Conforme previsões da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), após a duplicação total do trecho Jurerê-Canasvieiras, o número de acidentes na SC-401 deve cair pela metade. O trecho simples da rodovia contempla 50% dos locais mais críticos em relação a acidentes. Para o chefe do batalhão da PMRv, major Marcelo Pontes, como a estrada é de mão dupla, o risco de acidentes é muito maior, já que há mais ultrapassagens forçadas. A SC-401 é apontada como a rodovia estadual mais perigosa de Santa Catarina, liderando um ranking de 20 estradas elaborado pela Polícia Rodoviária.

Manchete

Diário Catarinense
http://www.clicrbs.com.br/diariocatarinense/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a3215668.xml&template=3898.dwt&edition=16541§ion=213


Postado

21.fevereiro | 2011


Imprimir


Compartilhar


Comentário

Captcha

Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 3027.7992 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb