Notícias

Associações de docentes discutem adesão à Greve Nacional de 48 horas

Professores já decidiram parar nas federais do Ceará, de  Lavras, de Uberlândia e do Pará; , Realizam assembleias hoje a Apufpr, Adur-RJ, Adufes e Adufpel

Diante dos cortes nos orçamentos das universidades federais e dos ataques à educação pública,  associações de docentes se organizam para definir quais as próximas ações de mobilização. Assim como a  Apufsc, que realiza hoje reunião aberta a todos os professores, outras entidades representativas dos professores de universidades federais também se reúnem país a fora para discutir  e definir que passos tomar. Várias entidades realizam assembleias gerais para decidir se aderem à Greve Nacional da Educação de 48 horas indicada pelo Andes-SN.

O Setor das Instituições Federais de Ensino (Ifes) do ANDES-SN indicou, após reuniões realizadas nos dias 24 e 25 de agosto, a necessidade de uma Greve Nacional da Educação de 48 horas, a ser deflagrada em setembro. Entre as possíveis datas apontadas estão as datas de 16/9 e 17/9 ou 23/9 e 24/9 – essa definição será feita na próxima reunião do Setor Ifes, que será nesta quinta-feira (12). Outra orientação do Andes foi a realização de um dia de universidade de portas abertas antes da paralisação.

Até agora, já aderiram à Greve Nacional da Educação de 48 horas: a ADUFC, que representa os professores da Universidade Federal do Ceará (UFC), a Seção Sindical dos Docentes da Universidade Federal de Lavras , a Associação dos Docentes da Federal de Uberlândia e a Associação dos Docentes da Universidade Federal do Pará (ADUFPA). Em Uberlândia, a paralisação de dois dias foi aprovada ontem por unanimidade. As demais entidades realizaram assembleias na semana passada.

Na Universidade Federal do Pará (UFPA), professores reunidos em assembleia geral aprovaram, na manhã de hoje (10), durante Assembleia Geral da ADUFPA, um indicativo de paralisação de 48 horas nos dias 19 e 20 de setembro. A decisão será levada ainda para a Reunião do Setor das IFE do ANDES-SN, que vai ocorrer no próximo dia 12, em Brasília, quando os docentes irão avaliar o resultado da rodada de assembleias nas universidades.

A Assembleia da ADUFPA indicou a paralisação nestes dias para coincidir com a Greve Global pelo Clima, que está sendo convocada para o dia 20 de setembro por entidades ambientalistas em mais de 120 países.

Entidades que decidem hoje

Decidem hoje (10) se vão aderir à greve nacional de 48 horas:  APUFPR, da Federal do Paraná,  a ADUR-RJ, da Federal Rural do Rio de Janeiro,  a Adufes, da Federal do Espírito Santo,  a Associação dos docentes da Universidade Federal de São João del Rei e a Associação dos Docentes da Universidade Federal de Peloas (Adufpel) .
A APUFPR se reúne hoje, às 14h, em Assembleia Geral Permanente. Caso a adesão à greve seja aprovada, os professores da UFPR devem paralisar as atividades nos dias 17 e 18 de setembro, próximas terça e quarta-feira.

Entidades que decidem amanhã
 
Realizam assembleia amanhã para decidir se aderem à greve de 48 horas:  a Apruma, que reúne os docentes da Federal do Maranhão, a Associação dos Professores de Ensino Superior de Juiz de Fora e a Associação dos Docentes da Federal Fluminense.  A entidade que representa os professores da Federal Fluminense  vai decidir se  paralisa no dia 18 de setembro e também sobre a  greve nacional de dois dias.

Entidades que decidem na quinta-feira (12)

Já a Aspuv, seção sindical do Andes que representa os professores da Universidade Federal de Viçosa e a Associação dos Docentes da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) marcaram assembleias para esta quinta-feira (12)  também para deliberar sobre a greve de 48 horas.

 Apub aprovou um dia de paralisação: 26 de setembro

 A Apub, que representa os professores das Universidades Federais da Bahia,  entre as quais  a UFBA, realizou Assembleia Geral  no dia 5 de setembro, quando aprovou  um dia de paralisação, em 26 de setembro, no qual será realizada uma Plenária conjunta entre Apub,  Assufba, DCE, UFBA e os sindicatos  dos  trabalhadores terceirizados da instituição.

UFFS paralisa hoje e amanhã

Os docentes da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), reunidos em Assembleia Geral na última sexta-feira (6), deflagaram estado de greve e convocaram paralisação das atividades nesta terça-feira (10) e também na quarta (11).  A atitude é uma resposta à nomeação do reitor Marcelo Recktenvald, a qual desconsiderou a escolha democrática da comunidade universitária para ocupação do cargo.

Plenária Nacional da Fasubra nos dias 14 e 15 de setembro

A Fasubra – Federação dos Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil – ,   vai promover nos dias 14 e 15 de setembro mais uma Plenária Nacional em Brasília. Na pauta estão os ataques do governo contra a educação e contra as entidades sindicais; conjuntura nacional e internacional; impactos do corte da educação; análise do projeto Future-se; reforma da Previdência no Senado; cortes das consignatárias; calendário e outros.
 


Manchete

Professores já decidiram parar nas federais do Ceará, de Lavras, de Uberlândia e do Pará; realizam assembleias hoje a Apufpr, Adur-RJ, Adufes e Adufpel


Postado

10.setembro | 2019


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb