Jurídico

Primeira apelação da URP no TRF/4 dá vitória unânime para os professores

A URP recebida entre julho de 2001 e dezembro de 2007 não deve ser devolvida. A decisão foi tomada ontem, terça-feira, 27.11, no julgamento da primeira apelação dos mais de 400 processos ajuizados pela assessoria jurídica da APUFSC. Até agora, apenas agravos (decisões provisórias) haviam sido apreciados. Este é o primeiro acórdão que julga o mérito da matéria. A decisão da 3ª Turma do TRF4 foi unânime.

Conforme a relatora, Desembargadora Federal Vania Hack de Almeida, não importa se os valores foram pagos em razão de decisão administrativa ou judicial. Mesmo que tenham sido recebidos por força de decisão judicial, a cobrança é indevida, pois o recebimento foi de boa fé, amparado em decisões judiciais. Esse fato cria, para quem recebeu, a confiança na legalidade do procedimento. E o caráter alimentar dos vencimentos desautoriza a reposição, 20 anos depois.

Para o advogado Pedro Pita Machado, que realizou sustentação oral em nome dos professores, a decisão é um marco importante na luta pela não devolução da URP. “O fato de dois juízes locais terem revisto sua posição e passado a julgar a favor da Universidade preocupava. Mas essa primeira decisão de mérito do Tribunal nos dá segurança sobre a estratégia adotada. Ao contrário de alguns juízes locais, a nova argumentação da UFSC não impactou o TRF”, comemora ele.

Fonte: Pita Machado Advogados, com informações do TRF da 4ª Região (processo 5005433-49.2018.4.04.7200). 
 

Manchete

Conforme a relatora, Desembargadora Federal Vania Hack de Almeida, não importa se os valores foram pagos em razão de decisão administrativa ou judicial. Mesmo que tenham sido recebidos por força de decisão judicial, a cobrança é indevida, pois o recebimento foi de boa fé, amparado em decisões judiciais


Postado

28.novembro | 2018


Tags

urp; jurídico; ações; trf4; apelação


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 3027.7992 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb